Verax Consultoria > Projetos > Temas > Análise de benchmarks

Análise de benchmarks

A análise de benchmarks procura melhorar o desempenho de Unidades de Tomada de Decisão (UTDs) que podem representar empresas, unidades de negócios, lojas, etc. através da identificação e aplicação de melhores práticas.

Essencialmente as técnicas procuram por exemplos de desempenhos superiores, estudam os motivos para tais desempenhos e procuram melhorar o desempenho das UTDs de desempenho inferiores através da replicação e adaptação das estratégias usadas nas UTDs de desempenhos superiores.


Abordagem

Existem diversas abordagens e ferramentas para se realizar a análise de benchmarks. Quando há poucas UTDs, podemos usar entrevistas como um método de identificação de melhores práticas. Quando há múltiplas UTDs podemos usar a análise por envoltória de dados para identificar as UTDs de desempenho superior.

De forma geral, a abordagem a ser usada é a seguinte:
  • Medida de desempenho

Identificar a medida chave de desempenho. Para uma análise de benchmarks de empresas, critérios podem ser vendas por funcionário, margem operacional, taxa de ocupação ou número de pacientes atendidos por leitos disponíveis.

Para uma análise de desempenho de agências bancárias podemos pensar em empréstimo total por agência, vendas em termos de cartões de crédito ou investimento por correntista.

  • Práticas de gestão

Levantar informações sobre práticas de gestão e desempenho das UTDs em consideração. Esta é uma fase crítica pois espera-se identificar os possíveis motivos para desempenhos superiores e inferiores.

  • Oportunidades de melhoria

Analisar informações disponíveis com o intuito de se identificar quais UTDs podem ser consideradas benchmarks e quais oportunidades de melhoria estão à disposição.

  • Replicação das melhores práticas

Criar estratégia de replicação de melhores práticas e implementar medidas.

Aplicações

Estudos indicam que a análise de benchmarks é provavelmente a técnica individual mais utilizada em consultoria de gestão. Isso significa que não só existem uma série de projetos de análise de benchmarks propriamente ditos, como é muito frequente se utilizar a técnica em outros projetos.

Praticamente qualquer empresa que possua múltiplas unidades que operem de forma similar, e que esteja preocupada com a uniformização do desempenho das unidades, pode se beneficiar com a técnica

Exemplos reais de aplicações de grande sucesso podem ser encontrados em bancos de varejo, redes de postos de gasolina, hospitais, programas sociais, empresas de energia, entidades de ensino, lojas de departamento, redes de farmácia, classes de aula, times de futebol, agências dos correios, etc.

Projetos relacionados

Definição de parâmetros e procedimentos de planejamento em uma grande empresa pública

Nosso cliente, uma grande empresa pública, precisava melhorar sua capacidade de planejamento e alocação de mão-de-obra.

O uso de procedimentos tradicionais de tempos e métodos, juntamente com modelos estatísticos sofisticados, permitiram que redefiníssemos os novos padrões de requisitos de tempo por atividade.

O estudo teve continuidade com uma análise das diferenças de produtividade entre operações em diversos estados brasileiros como Rio Grande do Sul, Bahia, São Paulo, Ceará, Pará, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Distrito Federal.

Apoio regular para secretariar o conselho de administração de uma empresa de telefonia fixa

Apoio estratégico regular secretariando o conselho de administração de uma das maiores empresas brasileiras de telecomunicações e avaliando diversas oportunidades de desenvolvimento de negócios.

Boa parte do trabalho se focou em facilitar o processo de relacionamento e controle de desempenho entre acionistas, conselho de administração e CEO.

Comparação do desempenho financeiro e operacional de um alvo de investimento

Nosso cliente, uma empresa europeia, estava avaliando a atratividade de um negócio com uma empresa local.

O foco do trabalho foi o desempenho financeiro e operacional comparado com a média da indústria, além de uma avaliação geral do negócio proposto.

O alvo foi avaliado como um grupo e como unidades de negócios individuais. Ao final do estudo nosso cliente teve uma ideia clara de onde o alvo estava desempenhando abaixo, acima e na média da indústria.

Além disso, a análise indicou os possíveis motivos para as diferenças em termos de desempenho.

Plano de negócios para criação de uma empresa global de etanol

Ajudamos nossos clientes (diversos investidores) a desenvolver um plano e um modelo de negócios com o intuito de captar recursos para montar uma empresa completamente nova.

Além do desenvolvimento do plano, as atividades se concentraram em analisar as recomendações feitas por especialistas compondo um corpo coeso, sólido e convincente para investidores brasileiros e internacionais.

O plano teve sucesso e a empresa captou US$ 200 milhões em uma colocação privada.

Situação atual e alternativas para novos modelos de distribuição de medicamentos

O projeto avaliou o modelo de marketing e distribuição atual, identificou novas alternativas e desenhou um novo modelo contemplando as linhas de prescrição, genéricos e MIP nos atacadistas, distribuidores e PDVs.

Avaliou-se a participação de mercado em cada um dos estados e o efeito do distribuidor no processo, permitindo que estratégias individuais fossem criadas para cada grande distribuidor.

Análise de benchmarks de produtividade na indústria de construção naval

Fizemos uma avaliação da produtividade histórica de diversas empresas e regiões, responsáveis por mais de 50% da produção global de navios. Várias medidas de produtividade foram usadas incluindo, como entradas, principais ativos fixos como área de dique, comprimento do berço e capacidade de içamento; e, como saídas, CGT e número de diferentes tipos de navios produzidos.

Usamos análise por envoltória de dados para ponderar entradas e saídas das empresas definindo suas eficiências e identificando os benchmarks em termos de uso de ativos.

Resultados consolidados por região indicaram que há empresas eficientes operando em todas as regiões estudadas incluindo China, Europa, Japão e Coréia do Sul.

Precificação de etanol e gasolina e relacionamento

Estudamos mais de uma centena de índices de preços de gasolina e etanol ao longo de décadas em diversas localidades como Houston, Nova Iorque, Roterdã, Cingapura e São Paulo.

Avaliamos correlações diretas, defasadas, volatilidades, efeito safra-entressafra para criar inteligência e métodos de previsão de preços das commodities.

Ferramenta para análise e negociação de arrendamento

A ferramenta, implantada como um software, avalia diversas características da propriedade a ser arrendada como produtividade da terra, distância a ser percorrida, custo de transporte, necessidade de infra-estrutura, etc.

Ela gera um valor máximo de arrendamento a ser pago na propriedade em questão que leva em conta, dentre outros fatores, a lucratividade da empresa.

Dimensionamento e otimização de complexo portuário e de distribuição de etanol

Usamos simulação e animação para dimensionar um complexo de distribuição e exportação de etanol considerando navios, veículos, programações de movimentação, duto de etanol, diversas capacidades e configurações de tanques, capacidades e velocidades de transferências, vários produtos, tamanho de batelada, dentre outras características.

Os modelos permitiram o dimensionamento dos terminais, seus fluxos de produtos, embarques e tamanho e configuração do parque de tanques.

A análise considerou preços, investimentos e custos (capex, demurrage, parada do duto, interfaces, capital de giro, etc.), otimizando a configuração do sistema como um todo.

Análise de configuração de terminais de distribuição e exportação de etanol

Ajudamos nosso cliente a analisar diversas configurações de terminais nas regiões do planalto e da baixada santista avaliando o impacto das disponibilidades de áreas e os efeitos em logísticos na distribuição e exportação de etanol.

Perspectivas de ampliação dos negócios de O&G no estado de São Paulo e pré-avaliação de áreas potenciais

O Governo do estado de São Paulo nos contratou para ajudá-los a entender as perspectivas do segmento de Óleo e Gás para o estado. O intuito do projeto foi fornecer subsídios ao Planejamento Ambiental Estratégico das atividades Portuárias, Industriais, Navais e Offshore no Litoral Paulista (PINO).

Avaliamos principalmente 3 áreas: construção naval, terminais portuários e bases de apoio offshore.

Para cada uma das 3 áreas, consideramos demanda, oferta, perspectivas, áreas potenciais para instalação e sugestão de um empreendimento-tipo. O trabalho foi concluído com recomendações para o Estado de São Paulo desenvolver a área de O&G.

Estudo técnico, econômico-financeiro e mercadológico de novo complexo portuário no Porto de Santos (Barnabé-Bagres)

O principal objeto do trabalho foi a elaboração de estudo técnico relativo a análises financeiras, econômicas, mercadológicas e operacionais em terminais portuários, que servirão de base para a análise econômico-financeira de projetos semelhantes relacionados à implantação de novo complexo portuário no Porto de Santos.

Além de informações secundárias obtidas de diversas fontes, o estudo contou com entrevistas com diversos participantes de empreendimentos envolvidos com a questão portuária.

Análise e avaliação da organização institucional e da eficiência de gestão do setor portuário brasileiro

Fomos contratados pelo BNDES, juntamente com outras 3 empresas em um formato de consórcio, para executar um projeto relacionado com a organização institucional e com a eficiência do setor portuário no Brasil. O trabalho focou-se principalmente em duas vertentes.

A primeira avaliando o desenvolvimento da oferta e da demanda, considerando as capacidades de quase a totalidade dos terminais operando no Brasil, a demanda por movimentação, as expectativas de novos investimentos e os gargalos esperados para o sistema, tanto em termos portuários como em termos logísticos mais abrangentes contemplando transporte rodoviário, ferroviário e dutoviário.

A segunda vertente do trabalho relacionou-se com a sugestão de um novo marco regulatório, com a organização institucional e com a eficiência da gestão portuária, incluindo temas como autoridades portuárias, casos internacionais e processos no setor hidroviário e portuário.

Em todas as frentes de trabalho foram feitas recomendações principalmente ao Governo Federal.

Plano diretor de desenvolvimento portuário 2008-2015

Desenvolvemos o Plano Diretor de Desenvolvimento Portuário de quase dez portos de um dos maiores operadores portuários das américas.

O estudo forneceu diretrizes de expansões para cada um dos terminais, visando a capacitação para o atendimento da demanda prevista entre 2008 a 2015. Determinaram-se as capacidades de embarque e desembarque de todos os píeres e equipamentos de movimentação, definiram-se indicadores de desempenho, identificaram-se pontos para melhoria operacional e, por fim, foram sugeridas ampliações de capacidade.

O plano foi aceito e está sendo colocado em prática pela empresa.