English
 
 
     Inicial    |  Sobre    |  Áreas    |  Conhecimento    |  Contato     
   
 

Cadeia de suprimentos / SCM

 

Áreas

 

 

 

Definição e elementos

Uma cadeia de suprimentos engloba todos os estágios envolvidos, direta ou indiretamente, no atendimento do pedido de um cliente. A cadeia contempla elementos externos e internos à empresa. Elementos externos são vendedores, transportadoras, distribuidoras, varejistas e fornecedores dos fornecedores dentre outros participantes. Elementos internos contemplam as áreas de desenvolvimento de produtos, produção, logística, marketing, distribuição e relacionamento com os clientes dentre outras.

A gestão da cadeia de suprimentos procura sincronizar os esforços de todos com o intuito de atender melhor as necessidades dos clientes.

 

Complexidade da cadeia de suprimentos

O grande número de envolvidos e a independência entre boa parte deles faz com que a gestão da cadeia de suprimentos seja muito complexa para não dizer utópica. Com exceção de conceitos inovadores em cadeias particulares (como livrarias online, por exemplo), a melhoria da gestão da cadeia acontece essencialmente em elementos da cadeia como previsão de demanda na cadeia ou coordenação de estoques em diversos estágios.

 

Oportunidades de melhorias

Embora nosso enfoque seja muito pouco comercial porque clientes valorizam inovações, nossa experiência nos tornou céticos com relação a conceitos “inovadores” (que muitas vezes são esquecidos dentro de poucos anos) mas auto-confiantes o suficiente para afirmar que grande parte das oportunidades não capturadas nas cadeias de suprimentos estão associadas a seus elementos. Dentre eles podemos citar:

  • Gestão ou coordenação de estoques na cadeia de suprimentos;

  • Previsão de demanda nos diversos estágios da cadeia de suprimentos;

  • Planejamento e coordenação de estágios da cadeia de suprimentos;

  • Identificação de riscos associados ao suprimento de produtos.

Para empresas excelentes (muito poucas) as oportunidades se voltam para a integração de diversos dos elementos da cadeia.

 

Abordagem

Para um projeto abrangente de cadeia de suprimentos, podemos pensar numa abordagem de 3 fases:

Nível de confiança

Os envolvidos na cadeia precisam melhorar seu nível de confiança mútuo. Empresas com conflitos de interesses precisam passar a trabalhar de forma cooperativa. Normalmente há uma filtragem dos integrantes que conseguem trabalhar de forma associada.

Troca de informações

O objetivo é criar mais capacitação em termos de fluxo de informações relativas a previsões, estoques, programações e planejamentos, cargas de trabalho, datas de entrega, etc. O resultado esperado é um melhor desempenho da cadeia como um todo.

Gestão compartilhada

O próximo passo é a criação de mecanismos que fazem com que a cadeia de suprimentos seja gerida de uma forma integrada ao invés de diversos estágios independentes. Um dos pontos difíceis e fundamentais é a criação de mecanismos de incentivo para que os objetivos de todos estejam alinhados.

 

Resultados a serem perseguidos

Em qualquer caso, os resultados a serem perseguidos são:

  • Redução de custos ou de impostos;

  • Redução de lead time ou de sua variabilidade;

  • Melhor previsibilidade ao longo da cadeia;

  • Menor risco operacional;

  • Melhoria do serviço ao cliente;

  • Melhor coordenação entre os diversos elementos da cadeia;

  • Maior captura de valor em determinado estágio da cadeia.

 

Para saber como podemos ajudar sua empresa, entre em contato conosco.

Voltar para temas.

 

Contato

Entre em contato conosco para avaliar se podemos ajudá-lo em seu caso específico

 

Publicações

Perfis das principais empresas de construção naval no mundo

Construção naval: breve análise do cenário brasileiro em 2007

Ship purchasing: characteristics, empirical evidence and market attractiveness for shipbuilders

Estimativa da capacidade da indústria naval mundial considerando produtividade e estrutura de ativos

Relevância dos reparos navais: o caso de sucesso de Cingapura e oportunidades no setor para o Brasil

Demanda externa para navios produzidos no Brasil: o caminho para exportar

Otimização do Custo de Transporte na Distribuição-Armazenagem de Açúcar

Manufatura ágil: um novo conceito na produção industrial

   Termos de Uso    Mapa do Site     ©2005-13 Verax Consultoria e Projetos Ltda.